8 de jan de 2017

Leituras de 2016.

Concluídas: 24

A Corrente - Estevão Ribeiro (★★★★★) (Releitura!)

Falsas Aparências - Georgina Devon (★★★★)

Zoo - James Patterson (★★★★★)

O Último dos Canalhas - Loretta Chase (★★★★★)

Aposta no Amor - Candace Camp (★★★★)

Conquista do Amor - Candace Camp (★★★★★)

A Ilha dos Mortos - Rodrigo de Oliveira (★★★★★)

O Quarto Dia - Sarah Lotz (★★★★★)

Bodas de Desafios - Candace Camp (★★★★)

A Dança da Corte - Candace Camp (★★★★★)

Escândalo - Candace Camp (★★★★★)

Ilusão - Nicola Cornick (★★★★★)

Ligeiramente Escandalosos - Mary Balogh (★★★★★)

O Acerto de Contas de Uma Mãe - Sue Klebold (★★★★)

Um Beijo Inesquecível - Julia Quinn (★★★★)

Ligeiramente Seduzidos - Mary Balogh (★★★★★)

Indiscreta - Candace Camp (★★★★★)

Dead Island - Mark Morris (★★★★★)

Fúria - Stephen King (★★★★★)

Ligeiramente Pecaminosos - Mary Balogh (★★★★★)

A Colônia - Ezekiel Boone (★★★★★)

Silêncio na Floresta - Harlan Coben (★★★★)

Lucíola - José de Alencar (★★★★★)

Diva - José de Alencar (★★★★★)

Em andamento: 2

Era Uma Vez no Outono - Lisa Kleypas (★★★★★)

Grimm's Fairy Tales - Irmãos Grimm (★★★★★)



* * *

Considero que li pouco em 2016. Vinte e quatro livros é um número bem baixo, especialmente para uma pessoa como eu, que fui uma leitora voraz a maior parte da minha vida. Mas tem sido assim nos últimos tempos, na verdade... uma ressaca literária que parece difícil de passar. É raro um livro me fisgar pra valer hoje em dia, e se isso não acontece, a preguiça me domina. Aliás, em 2016 eu passei por fases de devorar três ou quatro livros livros seguidos, em poucos dias, e depois passar séculos sem pegar nada para ler. Vai entender...

Outro destaque é que 2016 foi definitivamente o ano dos romances históricos quase de banca. A maioria dos livros que li foram nesse estilo, e, olhando a lista, chego à conclusão de que, em geral, esses foram os que mais me agradaram - mais até do que os livros de terror e pós-apocalípticos, que vinham sendo meus queridinhos nos últimos tempos. Não que em algum momento eu tenha deixado de gostar de romances, claro, mas 2016 quase me faz lembrar do começo da minha adolescência, quando eu devorava dezenas deles, um atrás do outro, e não cansava nunca.

(Mas ah, gente, romances, né? São uma delicinha. Deixa a gente fantasiar um pouquinho... ;))

No mais, eu espero que 2017 seja melhor que 2016 no quesito leitura. Sinto falta de verdade de ser uma leitora voraz, era tão bom... Vou tentar me empenhar para ler mais esse ano. Afinal, tem tanta coisa boa por aí, e eu aqui perdendo tempo.

(Mas não prometo nada porque quem me conhece já sabe como eu sou ÓTIMA #sqn com esse tipo de meta, mas vamos ver no que dá)

E é isso. Um bom 2017 literário para os que, como eu, são desses! ;)

Beijos. 

PS: Se alguém quiser acompanhar minhas leituras ao longo do ano, é só clicar na aba Leituras ali em cima, que eu mantenho sempre atualizada. :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.