26 de jan de 2016

Hello from the other side... #2

Então, onde paramos mesmo?

Ah, sim: O que aprendi sobre a Tailândia até agora?

- A religião predominante aqui é o budismo, como vocês devem saber, por isso os tailandeses não comemoram o Natal como nós. Além disso, eu não sei bem como funciona, mas eles têm um calendário diferente; então o Ano Novo também não é comemorado da mesma forma que o nosso, na virada de trinta e um de dezembro para primeiro de janeiro. Porém, na cidade onde moro, talvez por ser bastante turística, as decorações de Natal e Ano Novo são super comuns nessa época, mesmo não sendo algo exatamente da cultura local. A questão é que, aparentemente, os tailandeses não sabem a hora de parar... :P Porque já estamos no final de janeiro, e nos shoppings e ruas ainda tem muita decoração de fim de ano montada. Tipo árvores de Natal, pisca-piscas nas fachadas, plaquinhas de Happy New Year nas portas dos estabelecimentos... No último domingo, em um shopping que visitei pela primeira vez, vi até uma daquelas poltronas decoradas pra tirar foto com o Papai Noel. E enquanto isso, imagino que no Brasil o assunto definitivamente já é Carnaval... Confesso que estou curiosa: até quando eles vão deixar as decorações de fim de ano? Depois conto... ;)

Aí você compra uma batatinha sabor
churrasco, mas tem gosto de quê?
Isso, de pimenta. #socorro
- Sabe pimenta? Então, eu não gosto. Um tiquinho de pimenta na minha comida, e eu já fico cuspindo fogo e suando em bicas. Mas parece que aqui vou ter que aprender a comer esse condimento, porque os tailandeses comem TODAS as comidas com pimenta. Nos restaurantes, mesmo que você diga bem especificamente que não quer pimenta, quase sempre vem alguma coisa - acho que os próprios temperos e molhos que eles usam já devem ter algum elemento picante embutido, porque olha, não é possível. Mas ok, novas experiências! Desse jeito vou voltar pro Brasil mastigando pimenta malagueta crua, vai vendo... #sqn

- E por falar em comida, ainda não experimentei a comida tailandesa propriamente dita. Eu sei, eu sei, preciso provar. E vou. Mas é que eu sou bem fresca, e a verdade é que não acho as comidas daqui tão apetitosas... Como eu disse, eles comem muita pimenta, e além disso, a maioria dos pratos é adocicada e bastante condimentada, como quem conhece a comida tailandesa já deve saber. E a questão é: realmente não sei se vou gostar dessa combinação... Pra ser sincera, acho que não. :S

Sorvete thai feito na chapa:
aprovado!
- Além disso, tem outras comidas bem diferentes por aqui, como por exemplo, umas algas desidratadas (ou algo assim) que são vendidas como snacks;  ou o sorvete, que é feito em uma chapa congelada e é bem gostoso; ou, finalmente, os insetos fritos - mas nesse caso, amigos, não há dúvidas: não vai rolar.

- Aqui a embalagem do KitKat é chatíssima de abrir, do tipo que vai esgarçando em vez de rasgar, sabe? Digamos que já despedacei alguns KitKats tentando abrir aquela coisa. Então, se quer mesmo um KitKat, recomendo ter uma tesoura por perto. Se não, compre outro chocolate. A embalagem do Snickers é tranquila. E a do Kinder Bueno também. #DicasIrrelevantes

O rótulo de um produto pra cabelo.
Jesus, me ajuda.
- Ir ao mercado é sempre uma aventura porque, como eu disse no outro post, não só o idioma, mas a escrita tailandesa é completamente diferente da nossa. Então, é uma tarefa complexa identificar o preço certo de um produto na prateleira, por exemplo, ou descobrir se o item que estamos segurando é realmente aquele que queremos comprar. Minha experiência mais difícil até o momento foi quando tentei comprar um creme de hidratação pro meu cabelo - depois de olhar inúmeros potes e meditar a espera de uma epifania, acabei optando pelo uni-duni-tê. Nessas circunstâncias, não tem jeito: segura não mão de Deus de novo e vai... Torcendo pra ser o produto certo e pro seu cabelo não cair, claro. ;) (spoiler: não era o produto certo, mas meu cabelo também não caiu #oremos)

E de novo, o post está ficando grande...

Mas ainda tem mais coisas aleatórias pra falar, então depois volto outra vez. ;)

Beijos!

14 comentários:

  1. Fernanda! Eu acabei não comentando no outro post, mas eu tinha visto as suas fotos no Facebook e estava achando que eram férias. Nunca imaginei que vc tinha SE MUDADO PARA A TAILÂNDIA. Fiquei perplexo lendo o primeiro post Hahahahah Tipo, Tailândia! Eu não sei nada sobre a Tailândia. Eu nem consigo conceber um lugar onde eu não consiga ler as coisas. Essa situação do negócio pra cabelo, por exemplo, JESUS.

    Experimenta os insetos! Hahahahah

    Estou achando tudo fascinante, de verdade. Espero que vc se encontre e se encaixe aí! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mudei, menino! ;) Não para sempre, mas por uns bons meses. Um belo de um plot twist, hã? :P

      Sobre insetos fritos: MAS NEM POR UM DECRETO.

      :D

      Excluir
  2. Esse sorvete deixou o famigerado McFlurry no chão hein? hahaha
    Olha, também sou a pior pessoa quando se trata de pimenta, te admiro por estar conseguindo ainda assim sobreviver!
    Beijos!

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha... eu bem gosto de um McFlurry, mas olha: esse aí tava uma perdição ;)

      Nem me fale da pimenta, tá sendo um dos meus maiores dramas aqui :P

      Obrigada pela visita! :*

      Excluir
  3. Oi Fernanda! Que fofo o seu blog :)
    Já cheguei numa hora interessantíssima, como assim você está na Tailândia, amo ler relatos de viagem de lugares inusitados.
    Eu também teria sérias dificuldades em lidar com comida apimentada - e nem comeria insetos ou algas desidratadas - mas esse sorvete deu água na boca.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, estou aqui faz um mês. E esse sorvete, estava divino! ;)

      Amei a visita! <3

      Excluir
  4. - Não entendi nada desse calendário. Mas achei isso, talvez seja útil: http://dateconverter.net/thai/?hl=pt

    - Também odeio pimenta e condimentos muito fortes. Acho que eu ia odiar essa comida. Até a comida mineira me cansa, às vezes.

    - Acho que eu ia demorar um dia inteiro pra fazer compras aí. E sempre checando tudo no tradutor do google pelo celular. Google translate é amor.

    Aguardando o[s] próximo[s] posts :D

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que entendi, aqui eles seguem o calendário chinês. Claro, eles sabem o nosso calendário também, mas se não me engano, o ano aqui é 2059 já! :P Pelo que estou sabendo, o ano novo chinês vai cair em 9 de fevereiro esse ano. Tem várias decorações por aqui relativas a isso. É bem complicado mesmo rs.

      O problema é que não tem nem como ver no google tradutor, porque no meu celular não tenho como digitar os caracteres do tailandês pra poder traduzir rs. Mensagens no celular, por exemplo, até dá pra copiar e traduzir... mas no mercado, é só com a ajuda de Jesus mesmo rs ;)

      Bjs!

      Excluir
  5. Seu celular é Android? Acho que o teclado que eu uso (SwiftKey) tem tailandês.

    PS: Feliz Ano Novo adiantando, hahah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já usei esse swiftkey, mas hoje tô usando o nativo do celular mesmo. Nem sei se tinha tailandês, rs... mas vale conferir, pode ser útil. ;)

      É amanhã! Ano do macaco, rs... o povo aqui tá empolgadaço. ;)

      Excluir
  6. Nossa, ri muito dessas experiências, realmente a escrita deles é impossível de ler.

    Continue fazendo a Adele, pois estou adorando acompanhar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito complicada! Tentei estudar alguma coisa pela internet mas desisti, é muito complicado ;)

      Bjs!

      Excluir
  7. Oi, sabe uma coisa que eu fiquei curiosa? Chás! Nos filmes geralmente eles tomam una chás suspeitos que deixam as pessoas alteradas. É verdade? Já tomou? Vende pra qq um? Acho que vc devia tomar e contar as experiências num post especial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, não sei desse negócio de chá não! Vou perguntar pro povo que tá aqui há mais tempo... Mas, de cara assim, nunca vi nada do tipo por aqui. O que já vi são as comidas mega diferentes, com aquele cheiro forte dos milhares de temperos que eles usam, e que eles vendem na rua, tipo, quase no meio do trânsito, e o povo come amarradão, não tá nem aí! :P E os insetos fritos, que SÓ JESUS, DEUS ME LIVRE, AQUELE NEGÓCIO! Outro dia vi uma barraquinha que devia ter uns 10 tipos diferentes de insetos, uuugh, fico até arrepiada... :S Mas chá, pelo menos pelas ruas, nunca vi ngm vendendo não. Pelo menos não aqui em Pattaya, não sei em outras cidades. ;)

      Mas na real, tenho medo de comer essas coisas de rua. Eu fiquei bem doente na minha primeira semana aqui, vomitando e com dores abdominais. Foi bem ruim, demorei a melhorar, e olha que tomo mt cuidado com a água q tomo e essas coisas. Sério, higiene não é exatamente o forte dessas barraquinhas de rua, não tenho coragem, não, rs...

      Excluir

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.