6 de out de 2015

Só por hoje.

Ei, menina. Só por hoje, faz o seguinte...

Varre o medo do futuro pra debaixo do tapete. Tranca as dúvidas do lado de fora - elas vão bater, espernear, querer voltar, mas não deixa, não. Pega o peso da responsabilidade, e chuta ele pra longe. Junta as frustrações, embola elas bem emboladinhas e joga no fundo da lata de lixo. Tira os sapatos sujos da rua, curte os pés descalços no tapete fofinho da sala. Fecha os olhos e respira fundo, curte a leveza, a liberdade. Sacode essa poeira e esse ranço. Abre um sorriso, que ainda é de graça. E canta, como se os vizinhos não estivessem ouvindo. E dança, até perder o fôlego. Que é que tem de mal? Só por hoje. Depois a realidade volta, ela sempre volta, mas agora apenas aproveita o momento. Vai ser feliz enquanto a vida te dá uma trégua pra ser feliz, menina.

Que mal tem isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.