30 de mar de 2016

Hello from: Singapura.

Para começar esse texto, a questão: o certo é Singapura ou Cingapura? Google não me ajudou muito a esclarecer essa dúvida - há um certo impasse, e pelo que pesquisei, existem (ou pelo menos já existiram) as duas formas. Porém, como eles mesmos denominam o país como Singapore ou Singapura (que significa Cidade do Leão em malaio), e foi a grafia com s a que mais encontramos nas pesquisas para a viagem, eu fico com Singapura. Entretanto, se alguém souber melhor do que eu, me explica aí nos comentários que eu corrijo! ;)

Enfim, explicado o impasse, prossigamos. :)

- - -

Gardens by the Bay - Vista do alto da Singapore Flyer. :)


Pois bem, no começo de março, viajamos para Singapura, a cidade-estado com um dos melhores índices de desenvolvimento humano (IDH) da Ásia - e do mundo! :) Trata-se de um lugar sobre o qual nós, brasileiros, praticamente não pensamos à respeito, já que é bastante longe e distante da nossa realidade... Mas, no meu caso, não foi bem assim: desde criança, em várias ocasiões, houve a possibilidade de o meu pai ir trabalhar nesse país, porém acabou nunca acontecendo. Só que agora, estando aqui pertinho, eis que surge a oportunidade... E ora, por que não? ;)

Assim, passamos um final de semana no país, e foi uma ótima experiência! :) Por isso, quero deixar aqui meu registro - sem pretensões de fazer um guia ou coisa do gênero, que fique claro - de como foi a viagem e minhas impressões sobre esse lugar tão diferente e bonito.

Então, vamos lá!


Aleatoriedades sobre Singapura:

Um recanto bonito do Singapore Zoo.
- Ao contrário da Tailândia, o custo de vida em Singapura é alto - na verdade, bastante alto. A moeda local é o dólar de Singapura (SGD), cujo valor se aproxima ao do dólar americano. Mas mais que isso, acho que, principalmente por ser um país de primeiro mundo, os serviços são caros: táxi, alimentação, hospedagem, ingressos dos pontos turísticos... No final, a conta realmente fica salgada, não se pode negar. Então, atenção: se algum dia planejar ir à Singapura, prepare os bolsos! ;)

- Até que havia turistas em Singapura, mas desta vez, a maioria deles eram asiáticos. Assim, acabei passando pelo que esperava ter passado na Tailândia - dessa vez, a gente realmente acabou chamando mais a atenção com nossa cara de ocidental. Inclusive, teve um taxista que não se conteve em perguntar de onde éramos e ficou bastante surpreso quando respondi que do Brasil: Very far!, ele disse. (Ah sim, porque em Singapura todo mundo fala inglês - e um inglês bem falado. :P Sem problemas de comunicação dessa vez, ufa!)

- Faz calor em Singapura - tipo, muito calor. Um sol realmente de rachar. Digamos que passei bastante calor nas ruas da cidade... :P A parte boa, porém, é que lá as pessoas realmente dão valor ao conforto, o que significa: ambientes refrigerados em cada esquina Apesar de enfrentar um calorão nas ruas, era relativamente fácil escapar dele. Inclusive, eu não vi pessoalmente, mas uma das brasileiras que conhece o país contou que viu uma espécie de ar condicionado ao ar livre, e eu fiquei tipo GENTE, AÍ SIM! #QUERO Pra vocês terem noção de como é esse lugar... ;)

Gardens by the Bay - Supertrees
- A cidade é muito moderna. Tem suas belezas naturais, mas o ponto forte sem dúvida é a arquitetura, com construções super contemporâneas, cheias de curvas e luzes... Singapura é conhecida como cidade-jardim, e realmente, é essa a sensação que temos ao andar pelas ruas: tudo muito arborizado, florido, bonito, limpo, mas sempre mantendo o ar de modernidade. Pra quem curte esse tipo de paisagem, é realmente um prato cheio. Fenomenal. 

- Comentei ali em cima que a cidade é limpa, e de fato, é. Aliás, além da beleza, a limpeza e a organização foram as coisas que mais me marcaram em Singapura. Quero dizer, enquanto aqui na Tailândia você atravessa as ruas na base do salve-se quem puder, lá tem semáforos e faixas em cada esquina - e inclusive, pelo que eu soube, se você desrespeitar algumas dessas regras que mantêm a organização, você pode ser multado, no mínimo. Então, vale ficar esperto... ;)


Passeios:

Singapore Flyer e sua imponência.
- Singapore Flyer: A famosa roda-gigante que aparece nos cartões postais de Singapura. Bonita e moderna, ela combina com o resto da cidade. É uma das maiores rodas-gigantes do mundo - supera inclusive a London Eye, para se ter uma ideia do seu tamanho. A vista lá de cima é sensacional!  Tive oportunidade de dar duas voltas na Flyer, uma durante o dia e outra à noite; foi bem bonito em ambas as ocasiões, mas confesso que curti mais o passeio diurno, já que de noite, com toda a iluminação, os vidros fazem muito reflexo. #Dica ;) Enfim, vale muito a pena conhecer. Inclusive, prefira a cabine 17, que foi onde, por coincidência, dei minhas duas voltas na Flyer: ela é bem confortável! :P


Eu vi um panda!
- Singapore Zoo & River Safari: Além desses dois, no mesmo lugar ainda havia um parque de aves e um passeio noturno pelo Zoo, se não me engano, que infelizmente não deu tempo de conhecer. :( Mas pelos dois que visitei, já valeu a pena: o zoológico de Singapura é o mais legal em que já estive na vida. Não só pelo ambiente, que é muito bonito e tenta ao máximo recriar o habitat dos animais, mas pela mentalidade da instituição: eles possuem vários projetos educativos, trabalhos de resgate de animais em situações de risco, além de aceitarem trabalho voluntário... Bem interessante. Já no River Safari, o foco principal são animais aquáticos e rios, mas eles também têm um refúgio de pandas () e passeios de barco. Foi tudo realmente muito agradável. Recomendo. ;)


Cloud Forrest e a cachoeira, tão grande que não cabe na foto.
- Gardens by the Bay: Basicamente, um jardim enorme e muito bonito, onde você encontra diversas atrações, sendo as principais o Supertree Groove junto com o Skyway (que só deu tempo de ver de longe :/) e as duas estufas gigantes, que são maravilhosas por fora e por dentro: a menor, Flower Dome, e a minha preferida, a maior, Cloud Forrest, que é realmente de tirar o fôlego, porque você encontra ali dentro coisas que realmente não esperaria encontrar em uma estufa, como uma cachoeira artificial gigante e magnífica, por exemplo. Super recomendo a visita. 


Marina Bay se iluminando ao anoitecer...
- Marina Bay e arredores: É lá que se encontra o Marina Bay Sands, um hotel cinco estrelas que possui a maior piscina de borda infinita do mundo, e que também é um Cassino e mais um monte de outras coisas que eu nem sei, porque esse lugar é phyno demais pro meu bico. :P Mas de qualquer forma, o prédio é super moderno e um dos principais cartões postais de Singapura, bem como seus arredores e toda área da Marina Bay. Tudo já é bem bonito durante o dia, mas à noite, com a iluminação especial, o lugar fica incrível. Meus destaques: Art Sciene Museum, The Helix Bridge, The Shoppes (EU SOU RHYCA!), e The Float. Mas toda a área da Marina Bay é realmente um espetáculo, e com certeza tem mais coisas legais que eu deixei de ver por falta de tempo... Uma pena! :/

- - -

Enfim, vou ficando por aqui. Foi uma viagem curtinha, mas muito boa. Sei que é longe (e caro), e que não é um dos destinos mais procurados por brasileiros... Mas se rolar a oportunidade de conhecer, vale muito a pena. E digo mais: um final de semana quebra o galho, mas ainda acho pouco tempo para aproveitar todas as possibilidades de Singapura. Quero dizer, eu mesma não tive tempo de conhecer vários lugares interessantes... Quem sabe um dia, né? ;)

Beijos!

PS: Para os meus amigos do Facebook que ficarem curiosos, postei lá um álbum gigante lá com fotos da viagem. ;)

2 comentários:

  1. Amei tudo, mas principalmente as fotos. Eu sou tão ruim de geografia que não sabia nem se Singapura era uma cidade ou país (agora pesquisei e descobri que é as duas coisas) (eu não fazia ideia da existência dessa entidade chamada cidade-estado, hahahah). Agora já é mais um lugar para acrescentar à minha infinita lista para algum-dia-quem-sabe-se-tiver-dinheiro-e-companhia visitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sabia muito bem desse negócio de Cidade-Estado até planejar essa viagem, rs. ;)

      É uma cidade mesmo muito bonita e moderna. Valeu muito a pena ter conhecido. :)

      Excluir

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.