15 de dez de 2013

50 perguntas para abrir a sua mente #4

Penúltimo post com as questões do meme 50 perguntas para abrir a sua mente, que peguei no blog da Cinthya Rachel.

Se quiser ler as perguntas anteriores, é só clicar: #1, #2 e #3 .



* * *

31. Em qual fase no seu passado recente você se sentiu mais apaixonado e vivo?

Caramba, que pergunta... Estou pensando aqui, mas simplesmente não consigo pensar em uma resposta. Faz tempo que não me sinto realmente "apaixonada e viva". Acho que uma fase próxima a isso foi quando viajei para Buenos Aires no começo do ano. Turistar, conhecer lugares novos, ir para longe da rotina, estar com companhia agradável... tudo isso faz sempre muito bem, renova as energias.
Mas também tem outra coisa que definitivamente sempre me faz sentir feliz, viva e apaixonada: a música. Minhas aulas de piano (que saudade, meu Deus! :/), cantar no coral, cantar até no chuveiro... Ah, a música.

32. Se não agora, quando?

Um dia. Tenho fé!

33. Se você ainda não alcançou aquilo que procura, o que você tem a perder?

É verdade, não? Não faz o menor sentido ter tanto medo de arriscar, se você não tem nada de realmente valioso a perder caso não dê certo...

34. Você já esteve com alguém e não disse nada, mas saiu sentindo que teve a melhor conversa da vida?

Que eu me lembre, ainda não. Ainda.

35. Porque religiões que apoiam o amor causam tantas guerras?

Porque os homens não entendem nada, e estão muito mais preocupados em julgar e apontar o dedo do que praticar o amor ao próximo.

36. É possível saber, sem dúvidas, o que é bom e o que é mau?

Na maior parte das vezes, sim. Acho que são raros os casos em que esses conceitos podem ser realmente questionados. Hoje em dia as pessoas adoram relativizar tudo, mas eu, pessoalmente, acredito que o ser humano sempre tem consciência do que é bom e do que não é, e tem a opção de basear suas escolhas nessa consciência.

37. Se você ganhasse um milhão de dólares, você pediria demissão?

Com certeza. E aí, iria me dedicar às coisas realmente importantes, às coisas que me fazem feliz. Às vezes a gente gasta tanto tempo e energia correndo atrás de dinheiro, e quando percebemos, nem ao menos conseguimos usufruir dele. É meio absurdo, quando você para pra pensar.

38. Você prefere ter menos trabalho para fazer, ou mais trabalho sobre o que gosta de fazer?

Como ainda não tive a experiência de trabalhar com algo que seja realmente uma paixão, fica difícil responder. Portanto, no meu momento atual, prefiro ter menos trabalho; porque aí me sobra tempo para dedicar ao que eu realmente gosto de fazer.

39. Você já sentiu que viveu um dia 100 vezes antes?

Acho que sim. Às vezes a rotina pode mesmo causar essa sensação de dias iguais...

40. Quando foi a última vez que você andou na escuridão com apenas uma pequena faísca que você realmente acreditava?

Pouco tempo. Posso dizer que foi ontem? :P

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.