2 de fev de 2016

Patinhos Feios #1

Quem me acompanhava no falecido Coisas Minhas, ou apenas me conhece um pouco, já deve saber: eu AMO histórias de patinhos feios. Ou, em outras palavras, histórias onde existam protagonistas ligeiramente desprovidos de beleza. :D

Não sei explicar a razão, mas eu sempre fui fascinada por histórias com personagens feios. Identificação, talvez? :P Porque gente, vamos combinar: em um mundo cheio de cobranças em relação à aparência, é sempre bom conhecer histórias sobre pessoas fora dos padrões que superam essa questão e alcançam seus respectivos happy endings, é ou não é? ;)

Portanto, sim. Eu amo patinhos feios. Me julguem.

Dito isto, aqui vai meu ilustríssimo TOP 6 (dividido em seis posts)* de:


Melhores Histórias de Patinhos Feios Ever!

1- Jane Eyre.


Meu Deus, como eu AMO essa história! Quem gosta de ler sabe que é quase um sacrilégio quando alguém quer que você escolha um livro preferido, (Eu amo vários! São como meus filhos! Você não pode me obrigar a escolher só um!) mas, se eu tivesse que escolher, Jane Eyre provavelmente seria um dos principais candidatos. 

- - - - -

O livro conta a história de Jane Eyre (dã), uma criança órfã que vive sob os cuidados de sua tia Reed. A mulher a detesta, assim como seus primos, que não cansam de maltratar Jane. Eventualmente, a tia Reed envia Jane à escola Lowood, onde ela conquista sua primeira amiga, Helen. Jane passa por maus bocados na escola, mas consegue concluir sua educação, tornando-se professora. Porém, ela anseia por mais do que passar o resto da vida confinada àquele lugar, então coloca um anúncio no jornal e consegue emprego como preceptora da menina Adèle Varens, em Thornfield Hall. E é lá que conhece Mr. Edward Fairfax Rochester, tutor de Adèle e senhor da mansão. O homem por quem se apaixona perdidamente. Mas é claro que um romance entre eles seria impossível... Ou não? ;) O fato é que muitos segredos se escondem em Thornfield Hall, e Jane ainda precisa enfrentar diversos percalços antes de finalmente encontrar seu final feliz.

- - - - -

Eu amo a Jane, a considero uma personagem incrível, especialmente se lembrarmos que o livro foi escrito em mil oitocentos e lá vai fumaça. Ela foge bastante dos padrões esperados para as mocinhas, especialmente para as daquela época. Jane é pobre, porém é independente, não tem medo de trabalhar. É valente, forte, mas também é cheia de sentimentos. Jane tem princípios, e não está disposta a negociá-los. Ela sabe o valor do amor - não apenas o amor romântico, mas qualquer tipo de amor, já que este foi tão escasso em toda a sua existência. E Jane é feia. Obscura, simples e pequena, nas suas próprias palavras. Mas isso não a impede de mudar o rumo de sua vida após uma infância horrível. Não a impede de mudar de ares, de conhecer gente nova, de receber afeto, de se apaixonar, de ser retribuída, de superar todos os obstáculos e encontrar seu final feliz. Jane é simplesmente maravilhosa, e sua aparência não afeta em nada esse fato. 

- É claro, acho que Jane Eyre não se encaixa exatamente no quesito História de Patinho Feio porque, como no conto de fadas, espera-se que o patinho se transforme em um cisne no final, coisa que (spoiler) nunca acontece com a Jane - pelo menos não no que diz respeito à sua aparência. Ela é uma protagonista feia do começo ao fim, mas se quer saber, pra mim isso só conta pontos, porque Hey, não precisa ser bonita pra dar certo na vida, tem coisas muito mais importantes que isso. 

Bônus: em Jane Eyre, temos não apenas uma mocinha feia, mas o mocinho, Mr. Rochester, também é feio. SEGURA ESSA, SOCIEDADE! \o/

- Está me examinando, Miss Eyre. - disse ele - Acha que sou bonito?  [...]
- Não, senhor! #JaneSincera

Dica #1: Recomendo a série da BBC de 2006. (Já tem dez anos, meu Deus!) Até hoje não assisti uma adaptação que fosse totalmente fiel ao livro, mas essa é a que chega mais perto. Além disso, tem mais um ótimo motivo para assistir: Toby Stephens. *suspira*

Melhor Rochester EVER.

Dica #2: Tem um musical da Broadway baseado no livro que eu simplesmente PRECISO assistir um dia. As músicas são perfeitas! Fico babando com os poucos vídeos que encontro no Youtube. Soube que os direitos do musical tinham sido comprados para ser encenado no Brasil, mas até hoje nada... Ai, que dó. :/

Continua...

* A ideia era que fosse um post só, mas não sou exatamente sucinta, principalmente quando o assunto em pauta são coisas que eu amo, então paciência, ficou grande demais e eu dividi. Vocês me perdoem, por obséquio. ;)

6 comentários:

  1. Achei que poderia te interessar: https://www.youtube.com/user/TheAOJaneEyre

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi falar! ;) Mas nunca animei de assistir. Sei lá, a única adaptação dessas que tenho assistido é a Dona Moça, e acho legal mas... ah, não sei rs. Eu gosto muito de Jane Eyre. Quem sabe um dia? ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre me lembro de você quando vejo qualquer coisa de Jane Eyre. Já li o livro, mas nunca vi nenhuma adaptação. Tenho vontade, principalmente porque não me lembro bem da história, mas minha fila de coisas para assistir só não é maior que a fila de coisas para ler (nossa, mentira, deve ser maior, sim).

    Também gosto dos patinhos feios. Na verdade, gosto de personagens que fogem do convencional em qualquer aspecto. Um que eu já li que se encaixa bem nessa categoria é Confissões de uma irmã de Cinderela, conhece?

    Aguardo os próximos posts ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, é difícil diminuir essas filas né? Muita coisa pra pouco tempo rs. ;)

      Nunca ouvi falar! Mas vou colocar na lista. Se é desses estilo, quase certo eu gostar :D

      Bjs!

      Excluir
  4. Eu lembro que quando li, amei o livro também. Porém, lembro pouco dos detalhes da história.
    E tô ficando tão velha que não sei se vi alguma adaptação ou se a imagem da história que tenho é da minha cabeça o.O

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já li o livro várias vezes, perdi a conta ;) Essa da BBC é mesmo muito boa, são só 4 episódios. Se algum dia for assistir, recomendo essa :)

      Excluir

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.